7 Ervas medicinais para você misturar com Cannabis

Consumir algumas ervas e especiarias junto com a sua Cannabis é uma excelente maneira de melhorar a saúde. Venha conhecer mais sobre as ervas que podemos misturar na hora de bolar um baseado.

Quem aqui não gosta de ervinhas? Elas são ótimas para fazer tinturas, extrair óleos essenciais, fazer chás terapêuticos, doces fitoterápicos e para misturar com Cannabis! O uso de ervas com Cannabis está ficando cada vez mais comum entre os usuários que buscam uma melhor qualidade de vida sem o uso de substâncias quimicamente manipuladas (remédios). É válido ressaltar que todas as plantas possuem propriedades que podem ou não provocar reações adversas, portanto, pesquise sobre as ervas e flores que lhe agradam antes de começar a consumir.

ashwagandha
1. Ashwagandha
Ashwagandha (Withania somnifera ) é apreciada na medicina Ayurvédica há mais de 4000 anos. Muitas vezes comparada ao ginseng, é mais um sedativo do que um estimulante. A sua ação calmante e reconstituinte ajuda a aliviar o stress e a exaustão. Alguns estudos têm mostrado que Ashwagandha possui propriedades ansiolíticas e antidepressivas. A erva foi comparada com o medicamento ansiolítico Lorazepam e com o medicamento antidepressivo Imipramina (Tofranil) em alguns testes feitos em animais e se mostrou muito efetiva.
A pesquisa constatou que a Ashwagandha exibiu efeitos similares comparado à ambas as drogas. O estudo revelou que esta erva também possui potencial como estabilizadora de humor, e além disso, também é muito eficaz para combater a fadiga, falta de energia e dificuldades de concentração.

 

oe_lavanda
2. Lavanda
Popularmente a Lavanda (Lavandula) é uma erva relaxante. O delicioso aroma floral é muito utilizado em aromaterapias e massagens, bem como o óleo extraído dessa planta linda. No entanto, o que poucos sabem é que Lavanda e Cannabis têm muito em comum! Ambas possuem quantidades abundantes de Linalol (molécula de aroma).
Quando combinada com o THC, o Linanol tem potencial como um relaxante muscular. Quando combinado com o CBD, o Linanol aumenta as propriedades anti-convulsiva dos canabinoides. Por si só o Linalol possui propriedades anti-inflamatórias e também reduz a sensibilidade à dor.
Se você está fazendo o seu próprio blend com Cannabis, adicione algumas gotas de óleo de Lavanda (preferencialmente extraído a frio), aumentando as qualidades relaxantes. Você também pode adicionar um pouco de Lavanda em comidas ou Chá de Cannabis para obter o benefício de ambas as ervas.

 

alecrim1
3. Alecrim
Alecrim (Rosmarinus Officinalis), Cannabis e pimenta preta contêm um terpeno em comum chamada Beta-Cariofileno (BCP). Uma pesquisa recente revelou que este terpeno interage com os receptores de canabinoides. Especificamente, o BCP se liga a um receptor de célula chamada de Receptor Canabinóide 2 (CB2). Este receptor ajuda a regular a função imunitária e as inflamações.
Há também evidencias de que o BCP pode aliviar os sintomas de depressão e ansiedade. Quando combinado com o CBD, podem até mesmo ajudar na dependência adicta. Sem falar que aqui no Brasil nós conhecemos o Alecrim como a erva da alegria, então a combinação de Alecrim e Cannabis é algo bacana.

erva-de-sao-joao
4. Erva de São João
A Erva de São João ( Hypericum perforatum ) é uma planta com muitos benefícios e é comum extrair seu óleo através da prensa com óleo de oliva e utilizada para tratar queimaduras. O chá da Erva de São João também é utilizado para tratar depressão.
Em um estudo realizado em 2009, a Erva de São João mostrou-se ser tão eficaz quanto medicamentos antidepressivos prescritos, com menos efeitos colaterais. A erva também foi superior ao placebo, segundo os testes. Se você sofre com problemas de depressão, misturar Maconha com Erva de São João poderá ajudar a elevar seu humor.
Alerta: Erva de São João pode interagir de maneira diferente quando misturada com alguns medicamentos, portanto, verifique com o seu médico antes de experimentar. Se você já é habituada (o) ao uso desta erva, não há problemas.

tulsi

5. Tulsi
A Tulsi (Ocimum sanctum ), também conhecida como a “Rainha das ervas” é a mais sagrada de todas as ervas encontradas na Índia e vem à cerca de 5.000 anos e sendo aclamado por sua cura da mente, corpo e espírito. A Tulsi é outra planta que acaba com o stress, e também é muito indicada para acabar com a acne, tratar constipações, inflamação, malária, doença cardíaca e muitas outras doenças pois ela contém centenas de compostos ricos em antioxidante, antibactericida, antiviral, e ajuda o sistema imunológico a se adaptar, fortalecendo-o.
Há três variantes de Tulsi: Rama Tulsi, Krishna e Vana Tulsi Tulsi. Cada variante tem seu próprio sabor distinto e as partes utilizadas são geralmente folhas, sementes e raízes secas. Se você se interessa por plantas com propriedades anti-estresse, está é uma boa opção. Na medicina Ayurvédica Indiana, ela é consagrada como o “Elixir dos Deuses” por possuir muitas propriedades benéficas para a saúde do corpo e do espírito. Ela também reduz os níveis de cortisol (hormônio do estresse) e também têm potencial como anti-diabética.

cohosh_preta

6. Cohosh Preta
Essa dica vai para as mulheres mais maduras! A Cohosh Preta (Cimicifuga Racemosa) é uma planta que trata os sintomas da menopausa, como as ondas de calor, atua sobre a atrofia vaginal e ajuda na depressão. É de conhecimento que a Cannabis tem potencial para aliviar mudanças de humor e ondas de calor durante a menopausa, e assim, também age a Cohosh Preta. Esta erva é conhecida por promover o equilíbrio do sistema endócrino, que regula os hormônios.
Ela contém um fitoestrogênio, que é utilizado para substituir alguns hormônios naturais que são perdidos durante o período da menopausa. Essa planta é mais comumente usada em forma de extrato, que você pode pingar em sua língua, ou misturar ao seu Blend de Ervas, antes de bolar. A Cohosh Preta diminuiu os sintomas da menopausa de 80% de 629 pacientes que tomaram a substância, depois de 6 a 8 semanas de uso. Em outro estudo alemão feito com 60 pacientes, sua eficiência em estados de ansiedade e depressivos mostrou-se superior ao calmante Diazepan, em doses de 12 MG por dia. O uso da Cohosh Preta também é recomendado para mulheres que não podem fazer uso da TRH (Terapia de Reposição Hormonal) por causa do risco de desenvolver câncer de mama, do endométrio ou melanoma maligno.

Equinacea
7. Echinácea
A Equinácea (Echinacea Purpurea) é uma planta medicinal, também conhecida como Flor-de-cone, Púrpura ou Rudbéquia, muito utilizada como remédio caseiro no tratamento de gripes e resfriados e se demonstra positiva para alívio de dores. Ela contém compostos que são semelhantes ao CBD em algumas funções. Estes compostos são chamados N -acylethanolamines (NAES), e eles interagem com a enzima que degrada os endocanabinoides no corpo e também envolvem o receptor CB2. Esses são compostos cannabimimetics, que literalmente imitam a atividade biológica de canabinóides clássicos, apesar de não partilhar a mesma estrutura.
Apesar de ser mais comumente utilizada em forma de chás e compressas, você também pode misturas as flores de Echinácea em sua mistura de ervas para fumar. Há alguns compostos muito potentes em plantas, eles podem te ajudar a relaxar, aliviar dores e inflamações e estimular o sistema imunológico.
De fato, é sempre válido conversar com seu médico ou profissional de saúde sobre o consumo de ervas medicinais antes de consumi-las diariamente. Acrescentar mais ervas em sua vida é uma maneira infalível de promover a boa saúde.

 

 

E, ai? Você também curte misturar algumas ervas com Cannabis? Compartilhe conosco suas experiências. Gostaríamos muito de ouvir você!

 

Fonte: Herb