Regras de etiqueta do beck

créditos na imagem

Todo maconheiro que se preze tem aquele amigo boca de pântano que deixa o beck todo zuado quando é a vez dele dar o pega, não é mesmo? Tem coisa mais desagradável que isso? Como nós do GGBr somos pessoas conscientes, resolvemos criar um pequeno manual de boas maneiras para você não passar vergonha na banca.

1 – NUNCA, JAMAIS, EM HIPÓTESE ALGUMA babe no beck. Não seja o amigo babão, boca de Lesma, Pantanal etc. Além de desagradável, a chance de te oferecerem um Beck depois disso é minúscula.

2- Se você, por acaso, perceber que babou no beck, tenha a decência de ao menos limpar o beck. É o mínimo né?

2 – Não case com o Beck. Deu seu pega? PASSA O BECK, SEU ANIMAL!!  Não existe nada mais chato que o cara que acha que é dono da porra do beck. Fumou? Passa o bagúio!

3 – Se você for o cara que ama um beck de microfone, avise a galera. Seja um sequelado consciente!

4 – Nem todo amigo maconheiro é dono de biqueiras. Parceiro, ficar mendigando maconha para algum amigo que usa regularmente, além de chato é desagradável. Não se esqueça: quem salva sempre será salvo (quer dizer.. nem sempre né).

5 – Já falamos, não babe no beck?

6 – A não ser que você curta ser paloso, sempre ande com seu colírio. Aquelas horas de almoço bem aproveitadas não precisam ser descobertas por mais ninguém (a não ser que você queira, aí o problema é seu).

7 – Não coma o almoço do seu irmão, mãe, pai misturado com marshmallows. A pala da larica sempre é a que mais intriga esse núcleo familiar.

8 – Se for fumar com uma mina, ela sempre acende. SEMPRE!

9 – Passar uma gominha de leve na hora de acender não custa nada. Custa? Se custa faz de qualquer jeito!

10 – Uma voltinha, no máximo uma voltinha e meia. Qual o sentido de bolar um baseado com 100 m de papel? Lembre-se: o que faz mal é o papelzinho!

11 – Evitar deixar a saia… pra não deixar Belô no dente.

12 – Toda a vez ser o bolador da vez é um saco! Faça um rodízio na rodinha e todo mundo sai feliz.

13 – Baseado não é microfone. Conversa, mas sempre passe a bola, Romário!

14 – Na rua, a regra é clara e simples: Enquanto um bola o outro passa a visão. Sempre. Sempre mesmo. A todo momento.

15 – Não fumar em hipótese alguma perto de famílias e crianças. Puta falta de respeito!

16 – Lei mais clássica das clássicas: A Lei do duende, quem bola SEMPRE acende (exceto se você estiver fumando com uma mina, vide regra N° 7).

17 – Não passa o beck apagado cara! Mó baixo astral isso.

18 – Não “jacareze” o beck, fininhos possuem uma probabilidade de queimar torto, nesses caso prefira bongs ou pipes.

Esperamos que você aplique essas regras no seu dia-a-dia, tenha certeza que a galera vai ficar muito mais feliz e todos sairão ganhando.